Ligando a electricidade ao crescimento económico e à segurança energética: Projecto de Transmissão de Temane de Moçambique

English version

Maputo, a capital de Moçambique.
Maputo, a capital de Moçambique. Crédito fotográfico: malajscy/Adobe Stock

Um dos investimentos mais significativos do sector energético moçambicano, o Projecto de Transmissão de Temane (TTP) no valor de 506 milhões de dólares, começará a ser construído ainda este ano.

Este projecto apoiado pela Power Africa irá fornecer a electricidade muito necessária das centrais eléctricas de Temane, na parte norte da Província de Inhambane, à capital do país, Maputo, no sul, através de uma linha de transmissão de 563 quilómetros.

Em Dezembro de 2020, os restantes financiadores do projecto, o Banco Islâmico de Desenvolvimento (BID) e o Fundo da OPEP para o Desenvolvimento Internacional (OFID), emitiram cartas de eficácia, aprovando o desembolso da sua parte do financiamento da dívida.

O TTP atingiu o seu primeiro marco de financiamento em Junho e Julho de 2019, quando todos os financiadores, incluindo a Power Africa, associaram-se ao Banco Mundial, ao Banco Africano de Desenvolvimento, e ao Norwegian Trust Fund, comprometidos com as suas respectivas contribuições de financiamento. Os acordos financeiros entre os financiadores do projecto e a empresa nacional de utilidade pública de Moçambique, Electricidade de Moçambique (EDM), têm várias condições de eficácia que devem ser satisfeitas antes de os fundos serem lançados. Com o BID e o OFID a emitir cartas de eficácia em Dezembro, todas as fontes de financiamento para o TTP ficaram disponíveis, dando luz verde para começar a construção.

A Power Africa forneceu apoio às necessidades organizacionais e técnicas do projecto através de um consultor incorporado dentro da EDM de Janeiro de 2018 a Dezembro de 2020. Em pontos de viragem cruciais, e ao longo da pandemia sem precedentes da COVID-19, a Power Africa aconselhou e facilitou os compromissos entre os financiadores e a EDM para finalizar o plano de financiamento do projecto e preparar a equipa operacional para satisfazer os requisitos operacionais complexos do TTP.

Uma sub-estação em Moçambique.
Uma sub-estação em Moçambique. Crédito fotográfico: Thomas Iwainsky/Adobe Stock

Ligando os sistemas energéticos do norte e do sul para impulsionar a segurança energética e o desenvolvimento económico

Uma componente chave da Estratégia Nacional de Energia de Moçambique 2015–2024 é o desenvolvimento de um sistema de transmissão para ligar as redes eléctricas do norte, centro e sul de Moçambique e reforçar a conectividade regional com o Southern African Power Pool (SAPP). O TTP faz parte deste sistema de transmissão, o Sistema Integrado de Transmissão de Base de Moçambique (Projecto STE), tornando-o essencial para a transformação social e económica em curso em Moçambique e no sul de África.

O desenvolvimento do TTP facilitará um fornecimento de electricidade sustentável e renovável e aumentará a fiabilidade da energia disponível. O projecto apoia a EDM no desenvolvimento de vários projectos de distribuição para aumentar as ligações, desbloquear o potencial agrícola das zonas rurais e criar empregos industriais de maior valor. Espera-se que o projecto em si crie cerca de 1.800 postos de trabalho durante a fase de construção de três anos.

“A Power Africa tem fornecido assistência técnica valiosa, bem como um conselheiro incorporado à EDM em Maputo, Moçambique. O conselheiro incorporado tem sido responsável pela gestão e coordenação dos vários fluxos de trabalho de desenvolvimento do TTP”, Pedro Nguelume, Administrador da EDM.

Impacto regional

Para além de aumentar a capacidade de geração de Moçambique e energizar a sua transformação social e económica, este projecto é também de grande importância para a região do sul de África.

Um maior acesso ao fornecimento de energia a preços acessíveis e fiáveis em todo o sul de África requer uma maior cooperação através das fronteiras para assegurar que a energia possa circular livremente e com segurança. Com sistemas de transmissão eficientes, maiores volumes de electricidade podem ser comercializados a custos reduzidos para governos e consumidores.

Com o TTP quase numa conclusão financeira, a EDM está um passo mais próxima de completar a primeira fase do Sistema Integrado de Transmissão de Base de Moçambique, que ligará os sistemas de energia do norte e do sul, contribuindo para o crescimento económico nacional e regional sustentável.

A U.S. Government-led partnership that seeks to add 30,000 MW and 60 million electricity connections in sub-Saharan Africa by 2030 > https://bit.ly/2yPx3lJ

A U.S. Government-led partnership that seeks to add 30,000 MW and 60 million electricity connections in sub-Saharan Africa by 2030 > https://bit.ly/2yPx3lJ